CEAL

NOSSOS PARCEIROS

  • Crea-PR
  • Megabarre Industria de Equipamentos Elétricos Ltda
  • GMX
  • Plaenge
  • Philips
  • Vanguard
  • TK Acabamentos
  • Fungel - Fundações e Geologia
08/09/2017

Ceal compõe comissão que discute aumento do IPTU em Londrina

Dez entidades voltaram a se reunir na sede da Sociedade Rural do Paraná (SRP) nesta quarta-feira, dia 6 de setembro, para discutir o projeto de reajuste do IPTU, proposto pela Prefeitura de Londrina. Desta vez, com a participação do prefeito Marcelo Belinati, que expôs os projetos e explicou a necessidade de alteração da Planta de Valores hoje em vigor. A reunião durou cerca de quatro horas.

Ao final, foi criada uma comissão que terá representação das entidades da sociedade civil organizada, legislativo e executivo. A missão será discutir exaustivamente a questão para que se chegue a uma proposta  consensual.

“Entendemos que há necessidade de se mexer na Planta de Valores e no valor do IPTU, mas a sociedade não suporta mais carga tributária. Tem que ser analisada a capacidade de a população absorver esse aumento”, pontuou o vice-presidente da SRP, Antonio Sampaio, destacando que o grupo também analisará todas as variáveis envolvidas no tema. “O que foi apresentado  dificilmente seria aceito integralmente”.

Os participantes da reunião também querem que na proposta de revisão do IPTU seja embutida a destinação do dinheiro arrecadado para que não seja consumido pela máquina pública. Também serão apresentadas  propostas para  redução de custos da máquina administrativa.

O representante da OAB-Londrina, José Carlos Vieira, reforçou que as entidades não concordam com os valores propostos no projeto. “Este grupo terá a missão de chegar a um valor de consenso”, disse.

O prefeito Marcelo Belinati não colocou obstáculos às propostas acenadas pelas entidades reunidas. “Nós estamos incentivando os debates. Queremos que a sociedade se posicione, queremos fazer algo em conjunto”, disse o prefeito. Ele também concordou com a possibilidade de “carimbar” os valores arrecadados com o aumento do IPTU para serviços voltados à sociedade, como saúde, educação e infraestrutura. “Queremos definir juntos onde investir para construirmos uma cidade melhor”, assegurou.

De acordo com dados da Secretaria de Fazenda, apresentados na reunião, o impacto financeiro no IPTU seria de redução dos valores hoje cobrados em uma pequena parcela da população  até aumento de R$ 1.747,00.

Participaram da reunião desta quarta-feira, além da SRP e representantes do Executivo e do Legislativo, também a OAB-Londrina, Sinduscon, Acil, Sincil, AML, Lions Clube Londrina Centro, Sindimetal, Fiep e Ceal.

A primeira reunião do grupo será na próxima sexta-feira, em horário e local ainda a ser definido.

Fonte: Sociedade Rural do Paraná

© Copyright 2017 CEAL - Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina. Todos os direitos reservados.